(Pastor em Miami, filho do presidente das Assembléias de Deus do Brasil, pr. José Wellington Bezerra da Costa)

Uma convocação aos jovens Cristãos que ainda não ficaram cínicos -
Queridos irmãos e irmãs que compartilham a fé de Jesus: o negócio está feio e só vai piorando. Vamos prometer, uns aos outros, que a nossa geração será diferente? Vamos decidir honrar aos nossos pais abraçando suas preciosas lições de vida mas também melhorando-os em nós mesmos?
Vamos deixar de lado as polêmicas, os partidarismos, o desrespeito, a arrogância, o elitismo e a politicagem da geração que nos antecede? Sem falar, é claro, nas loucuras dos “moveres” estranhos, no consumismo desenfreado, no individualismo egoísta e no mercado gospel… Vamos abandonar o supérfluo e retornar aos essenciais do evangelho?


Vamos demolir as barreiras denominacionais e tratarmos uns aos outros com respeito e mansidão, dialogando sobre as nossas diferenças mas submetendo-as, ao final do dia, à unidade do corpo de Cristo?
Vamos fazer do amor Cristão o nosso denominador comum? Vamos ser a geração que prefere ser conhecida não pelo saber, mas pelo praticar? Vamos nos arrepender dos pecados desta geração que deixou a fé de Jesus pelo poder e pela religiosidade vã, e vamos traçar um novo caminho?
Vamos imitar os Crentes de uma geração mais antiga, mais pura e mais simples, que não tinham mais nada a perder porque fizeram de Cristo o seu tudo? Vamos começar a nos identificar, antes de pronunciarmos o nome do nosso grupo, pela nossa devoção ao Cristo crucificado e ressurreto? É demais esperar que conosco possa ser diferente?
Ainda sou jovem o suficiente para ser idealista; para ter esperança num remanescente que ainda tem fé; para crer que uma nova Igreja está surgindo em meio a este vale de ossos secos. Será que seremos a geração que vê o Reino crescer em silêncio, de coração à coração, de vida transformada em vida transformada, sem a necessidade de espetáculos, estrelas e efeitos especiais?
Minha esperança é uma geração que pratique um cristianismo humilde, sensato e apaixonado; uma geração que derrame lágrimas ao meditar na graça e ao ver o sofrimento humano; uma geração que ore de mangas arregaçadas e sirva no anonimato; uma geração que leia a Bíblia com a intenção de ser lido por ela e obedecer ao Espírito, e não para inflar o seu saber ou providenciar munição para discussões fúteis; uma geração que é conhecida pelo seu amor e pela sua testemunha à verdade e à justiça…
Meus amigos jovens Cristãos, lhes convido a fazerem parte de uma revolução diferente: uma revolução de humildade e devoção à Jesus. Independentemente de sua denominação ou dos distintivos de sua percepção teológica, lhes rogo: vamos nos reunir aos pés da cruz como um só corpo; um mosáico de muitas cores e formas, mas que só como um todo pode refletir corretamente a Luz que vem do alto.
Com muita esperança e amor,
um jovem que ainda não ficou cínico.


Pr. Joel Freire da Costa


Escrito Sex, 15 de Abril de 2011 12:19 por Nils Bergsten

Visto 2394 vezes .
blog comments powered by Disqus

Importante


Deixe suas opiniões, pensamentos ou críticas nos cometários!

Receba os artigos no seu e-mail